quarta-feira, 22 de julho de 2020

Livro para Download: DESTERRITORIALIZAÇÃO PRODUTIVA NO MARAJÓ: ANÁLISES GEOGRÁFICAS NO MUNICÍPIO DE BREVES PÓS-DECLÍNIO DA ATIVIDADE MADEIREIRA (2000-2015). Acessem...


Após o fechamento das grandes madeireiras no município de Breves, tornaram-se evidentes alterações no ciclo econômico e na distribuição populacional, além da maior concentração espacial da população no espaço urbano, acentuando, assim, a distinção entre campo e cidade, dado que problemas econômicos e sociais têm influenciado grandemente o desenvolvimento da região de Breves/Marajó-Pará. Este livro traz a caracterização de Breves, apresentando uma visão geral do município, de seus aspectos econômicos e sociais, bem como busca analisar as modificações socioterritoriais ocorridas nos últimos anos. Para que o debate aqui proposto fosse realizado, foram necessárias pesquisas bibliográficas e visitas a campo, além de pesquisas em órgãos públicos, que disponibilizam dados de população e de criminalidade do município em questão. Breves vem passando por modificações significativas, principalmente devido ao declínio da atividade madeireira e ao surgimento de “novos objetos” (inúmeros estabelecimentos comerciais e de serviços, penitenciária etc.), que vêm alterando a dinâmica urbana e refletindo, diretamente, no modo de vida da população. Para a versão digital gratuita acesse este LINK. Para adquirir o livro impresso acesse o site do Clube de Autores...

sexta-feira, 10 de julho de 2020

Livro para Download: ÁREAS PROTEGIDAS: DIFERENTES ABORDAGENS NA AMAZÔNIA LEGAL


Este livro retrata a percepção dos autores sobre as áreas protegidas na Amazônia Legal Brasileira, através de uma coletânea de estudos que perpassam desde a lacuna de proteção das savanas, percepção ambiental, políticas públicas de proteção até os impactos das atividades de infraestrutura em áreas protegidas. Na certeza de que ao ler este livro o leitor terá a percepção da Amazônia por amazônidas, esta primeira edição é parte de um sonho dos organizadores de escrever sobre a ótica de quem vive a realidade do local. O olhar que estes trabalhos selecionados trazem é o olhar de quem estuda, pesquisa e vive o cotidiano do povo Amazônico. Para acesso a versão digital gratuíta clique NESSE LINK. Para adquirir a versão impressa acesse o site do Clube de Autores, NESSE ENDEREÇO.


domingo, 31 de maio de 2020

Livro Gratuito para Download: O ESPAÇO GEOGRÁFICO AMAZÔNICO EM DEBATE: DINÂMICAS TERRITORIAIS E AMBIENTAIS




Este livro O Espaço geográfico amazônico em debate: dinâmicas territoriais e ambientais, reúne artigos cujo objetivo é, sobretudo, contribuir para o entendimento do desenvolvimento recente nas abordagens das dinâmicas territoriais no contexto amazônico. Os artigos abordam objetos de uma seleção de temas e várias releituras. A valorização acima proposta da análise das dinâmicas territoriais nos convida a fazer indagações, entre as quais: há algo novo com respeitos às dinâmicas territoriais e ambientais regionais? É o que se pretende essencialmente, contribuir, com respeito ao significado geral da evolução das análises produzidas nos últimos anos pela geografia regional sobre as dinâmicas territoriais na região amazônica.

O conteúdo de cada texto é fruto de debates e pesquisas realizadas por seus autores nos últimos anos e enfocam temas importantes para a compreensão do espaço geográfico amazônico na atualidade. A versão ebook pode ser acessadas neste link e a versão impressa pode ser adquirida neste endereço.

sexta-feira, 22 de maio de 2020

Livro Gratuito para Download: BELÉM DOS 400 ANOS: ANÁLISES GEOGRÁFICAS E IMPACTOS ANTROPOGÊNICOS NA CIDADE


Este livro, publicado em 2016, é uma compilação/síntese das pesquisas executadas pelo GAPTA e seus colaboradores, que refletem o debate dos fenômenos geográficos que ocorreram/ocorrem na capital paraense, desde sua formação – há mais de 400 anos atrás, até o período atual, onde “novos” processos e dinâmicas demonstram que o espaço geográfico de Belém está em constante mudança.

É importante enfatizar que este livro foi elaborado a partir dos debates conceituais e técnicos sobre cartografia, suas ferramentas e seus avanços tecnológicos, realizados durante a execução do projeto “Variabilidade hidroclimática e impactos antropogênicos em bacias urbanas e rurais no Estado do Pará” (ICAAF 117-2014, edital 005/2014), com financiamento de bolsas e materiais (capital e custeio) possibilitados pela Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa (FAPESPA). Os textos deste livro também tem a pretensão de complementar o relatório técnico financeiro apresentado à FAPESPA e, por fim, buscamos subsidiar trabalhos futuros que tenham na geografia e na cartografia uma das ferramentas fundamentais para a sua realização.

Desse modo, trata-se, também, de uma “prestação de contas” para todos os que participaram direta ou indiretamente dessas pesquisas, demonstrando o resultado expresso do tempo investido pelos participantes dos projetos em suas atividades de pesquisa, ensino e extensão acadêmica, buscando, sempre, incentivar a produção intelectual e bibliográfica da geografia paraense, tão demandada nestes dias em que o conhecimento geográfico e cartográfico passa por um reforço epistemológico e tecnológico causado nas formas de representar o que se passa na superfície da Terra.

Agradecemos à FAPESPA e seus servidores pelo apoio financeiro e técnico disponibilizado. Esse tipo de apoio é que faz da Universidade uma instituição que forma alunos capacitados e oferece à sociedade produtos de qualidade para entender a realidade que nos circunda. Acessem neste link...

quarta-feira, 18 de março de 2020

ADIAMENTO... I CARGEO: CARTOGRAFIA E GEOINFORMAÇÃO NA AMAZÔNIA



Adiamento...

A coordenação do I CARGEO informa a comunidade acadêmica que decidiu pelo adiamento da realização do evento, devido, principalmente, as orientações das autoridades de saúde quando à prevenção ao Covid-19. 

Agradecemos todo o apoio e procura que nosso evento tem recebido e nos comprometemos a divulgar a todos os inscritos as novas datas e programação para o segundo semestre de 2020, ainda não definidas.

At.te

Coordenação do I CARGEO